Pular para o conteúdo
Início » Os Melhores Moldes de Gravata para Imprimir

Os Melhores Moldes de Gravata para Imprimir

  • Lea Freitas 

Você gosta de fazer artesanato com tecido? Então você vai adorar este post, onde vamos mostrar os melhores moldes de gravata para imprimir e usar nas suas criações. A gravata é um acessório clássico, que pode ser usado em diversas ocasiões, desde o trabalho até uma festa. Mas você sabia que também pode fazer gravatas personalizadas com tecidos estampados, coloridos ou até mesmo reciclados? É isso mesmo, com um pouco de criatividade e habilidade, você pode transformar um pedaço de tecido em uma linda gravata, que vai deixar o seu visual mais charmoso e original.

Neste artigo, vamos mostrar os melhores moldes de gravata para imprimir e ensinar como escolher o tecido ideal para fazer uma gravata, como imprimir e cortar os moldes de gravata, como costurar e finalizar a sua peça. Além disso, vamos mostrar alguns exemplos de gravatas feitas com diferentes tipos de tecido, para você se inspirar e fazer a sua. Ficou curioso? Então continue lendo e descubra como fazer as suas próprias gravatas com os nossos moldes.

Não desperdice tempo! Digite seu endereço de e-mail abaixo e desfrute das melhores orientações sobre bordados, ponto cruz e muitas outras informações fascinantes do universo do artesanato.

Como escolher o tecido para fazer uma gravata

Antes de imprimir os moldes de gravata, você precisa escolher o tecido que vai usar para fazer a sua peça. O tecido ideal para fazer uma gravata deve ser leve, macio e maleável, para que possa ser dobrado e costurado facilmente. Alguns dos tecidos mais usados para fazer gravatas são:

  • Seda: é o tecido mais tradicional e elegante para fazer uma gravata. A seda tem um brilho natural e um toque suave, que dão um ar sofisticado à peça. A seda também é resistente e durável, mas requer cuidados especiais na lavagem e na passagem.
  • Algodão: é um tecido mais casual e versátil, que pode ser usado para fazer gravatas com estampas variadas e divertidas. O algodão é um tecido respirável e confortável, que pode ser lavado e passado com facilidade. No entanto, o algodão pode encolher ou desbotar com o tempo, por isso é importante seguir as instruções de lavagem do fabricante.
  • Poliéster: é um tecido sintético e barato, que pode imitar a aparência da seda ou do algodão. O poliéster tem a vantagem de ser resistente a manchas e rugas, o que facilita a manutenção da peça. Por outro lado, o poliéster pode ser quente e áspero ao toque, além de ter um brilho artificial que pode comprometer a elegância da peça.

Além do tecido principal, você também vai precisar de um tecido para fazer o forro da gravata, que pode ser o mesmo ou de uma cor contrastante. O forro serve para dar estrutura e acabamento à peça, além de proteger o tecido principal do desgaste. O forro deve ser feito com um tecido fino e liso, como algodão ou poliéster.

Moldes de gravatas para imprimir

Como imprimir e cortar os moldes de gravata

Depois de escolher o tecido, você precisa imprimir os moldes de gravata que disponibilizamos neste post. Os moldes estão em formato PDF e têm as medidas exatas para fazer uma gravata padrão. Você pode baixar os moldes clicando nos links abaixo:

  • Molde da ponta da gravata
  • Molde do meio da gravata
  • Molde do final da gravata

Primeiramente para imprimir os moldes, você precisa usar uma impressora comum e papel A4. Certifique-se de que a impressora esteja configurada para imprimir na escala 100%, sem ajustar ou reduzir o tamanho dos moldes. Depois de imprimir os moldes, recorte-os seguindo as linhas indicadas.

Em seguida, você precisa transferir os moldes para o tecido principal e para o forro. Para isso, você pode usar alfinetes ou um lápis para marcar o contorno dos moldes no tecido. Lembre-se de deixar uma margem de 1 cm em volta dos moldes para fazer a costura. Você vai precisar cortar duas peças de cada molde no tecido principal e no forro.

Como costurar e finalizar a sua gravata a partir dos moldes

Agora que você já tem todas as peças cortadas, é hora de costurar e finalizar a sua gravata. Você pode usar uma máquina de costura ou uma agulha e linha para fazer a costura. O passo a passo é o seguinte:

  • Primeiramente pegue as duas peças do molde da ponta da gravata e coloque-as direito com direito, ou seja, com os lados estampados ou coloridos se tocando. Faça o mesmo com as duas peças do forro.
  • Em seguida costure as peças pelo lado mais largo, deixando uma abertura de 5 cm no meio. Vire as peças do avesso pela abertura e passe a ferro para alisar as costuras.
  • Encaixe o forro dentro da peça principal, alinhando as bordas. Dobre as margens de costura para dentro e feche a abertura com pontos invisíveis à mão.
  • Repita os mesmos passos com as peças do molde do meio da gravata e com as peças do molde do final da gravata.
  • Logo após una as três partes da gravata, costurando-as pelo lado avesso com pontos reforçados. Vire a gravata para o lado direito e passe a ferro para assentar as costuras.
  • Por fim, a sua gravata está finalizada! Agora é só escolher uma camisa que combine e arrasar com o seu acessório exclusivo.

Exemplos de gravatas feitas com diferentes tipos de tecido e moldes

Para você se inspirar e fazer as suas próprias gravatas, separamos alguns exemplos de gravatas feitas com diferentes tipos de tecido. Então veja como cada tecido pode dar um estilo diferente à peça:

  • Gravata de seda: é a opção mais clássica e elegante, ideal para ocasiões formais ou eventos especiais. A seda tem um brilho natural que valoriza a peça e combina com cores sóbrias ou discretas.
  • Gravata de algodão: é a opção mais casual e divertida, perfeita para o dia a dia ou para dar um toque de personalidade ao look. O algodão permite usar estampas variadas e coloridas, como xadrez, listras, florais ou geométricas.
  • Gravata de poliéster: é a opção mais econômica e prática, ótima para quem quer ter várias gravatas no guarda-roupa sem gastar muito. O poliéster pode imitar a seda ou o algodão, mas também pode ter texturas e padrões diferentes, como jacquard ou adamascado.

Conclusão sobre os melhores moldes de gravata para imprimi

Por fim neste artigo, você aprendeu como fazer as suas próprias gravatas com os nossos moldes de gravata para imprimir. Você viu como escolher o tecido ideal para fazer uma gravata, como imprimir e cortar os moldes de gravata, como costurar e finalizar a sua peça. Você também viu alguns exemplos de gravatas feitas com diferentes tipos de tecido, para você se inspirar e fazer a sua.

Então esperamos que você tenha gostado deste post e que tenha se animado a fazer artesanato com tecido. Fazer as suas próprias gravatas é uma forma de economizar dinheiro, aproveitar materiais que você já tem em casa e expressar o seu estilo e criatividade.

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a aprenderem como fazer as suas próprias gravatas com os nossos moldes de gravata para imprimir. Além disso se você tiver alguma dúvida ou sugestão, deixe um comentário abaixo. Até a próxima!

Veja também:

Molde de Orelhinhas de Coelho: Perfeito para Festas

Molde Laço de Papel para Imprimir: 10 Modelos Fáceis e Gratuitos

10 Moldes Incríveis de Morcego para Imprimir

Molde de Coração para Imprimir: Ideias e Modelos Criativos

COMPARTILHAR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *